Escleroterapia Complicações

Hiperpigmentações, começo de telangiectasias (vasinhos) secundárias mais finas que as originais, inchaço interino, urticária localizada, necrose cutânea ( chaga ).


Hiperpigmentação Pós-escleroterapia


Está bastante ligado ao massa do vasinho em que é realizada a escleroterapia. Microvarizes de até 3mm não costumam hiperpigmentar ( enxovalhar ). Microvarizes mais grossas (vênulas) pequenas, no momento em que destruídas pela escleroterapia, são capazes de desenvencilhar bastante ferro e permitir um fachada sujo na pele. Na análise é possível distinguir se a (o) paciente possui esse tipo de Microvariz e aconselhar o paciente e mostrar o melhor tratamento para aquele vaso.

Saiba Como Funciona: A escleroterapia é o procedimento para tratar as telangiectasias

No momento em que acontece a hiperpigmentação o recomendado é não pegar Luz até que a hiperpigmentação desapareça. Mesmo que ocorra a Roxo, esta costuma aumentar com tratamento apropriado.
Começo de vasinhos secundários mais finos
No momento em que realizamos a escleroterapia, algumas Microvarizes somem por completo e, outras ficam bastante mais finas.

A benefício plástica frequentemente é surpreendentemente significativa, porém alguns vasinhos bastante finos são capazes de teimar após a escleroterapia. No momento em que as Microvarizes ficam tão finas que a Escleroterapia já não possibilita uma benefício significativa, está recomendado o Tratamento a LASER das Telangiectasias (Microvarizes mais finas).


Inchaço Interino no local da aplicação


Logo após a escleroterapia, a região em que foi feita o técnica pode ficar, e é pressentido que fique, levemente inchada. Isso se precisa à resposta inflamatória esperada pela injeção do líquido esclerosante.


Urticária Localizada


Da mesma forma que acontece inchaço a resposta inflamatória similarmente pode fazer Já-começa (urticária).


Necrose Cutânea ( chaga )


No momento em que o líquido esclerosante é introduzido em vasinhos bastante finos, o líquido pode extravar na pele e fazer pequenas feridas (casquinhas marrons). Estas pequenas feridas costumam gilvaz bastante bem e não deixam marcas, a partir de que a(o) paciente não se exponha precocemente ao Luz. Úlceras maiores não costumam ocorrer com a injeção de dextrose a 75%, que é usada em nosso consultório. Somente com mais esclerosantes.

FONTE: ttp://depilexpress.com.br/