Abdominoplastia Recuperação

O pós-operatório da abdominoplastia requer bastante alívio ao longo os primeiros 10 dias e a recuperação completo tardada cerca de 2 meses. Não obstante, algumas indivíduos fazem abdominoplastia e lipoaspiração do abdômen ou mamoplastia ao mesmo tempo, sendo a recuperação um pouco mais demorada e conta.


Após a alta da clínica, as atividades do dia-a-dia são capazes de ser retomadas aos poucos a partir de que não causem dor ou incômodo. Não obstante, é fundamental ter alguns afazeres como dormir de abdômen para cima, andança com o torso curvado e não levar a cinta até recomendação do médico, de modo a evitar possíveis problemas, como boca dos pontos ou infecção.


Principais dúvidas após a abdominoplastia


Após a intervenção é comum ficar internado na clínica por cerca de 2 a 4 dias e, frequentemente, depois de a intervenção é necessário usar:


Dreno, que é um recipiente para realizar drenagem do sangue e líquidos acumulados no corpo, geralmente removido antes da alta. No entanto, no caso de ter alta e provocar o dreno para casa, veja como inventar o dreno.


Cinta modeladora, para ajudar a abdômen e evitar o concentração de liquido, que precisa ficar 1 semana sem levar ;


Meias de condensação para evitar a formação de coágulos e que apenas precisa ser tiradas para tomar um banho.

Além disso, o pós operatório da abdominoplastia requer afazeres especiais com a postura, refeição, tratamento e exercício física.


Como dormir


Depois de uma intervenção ao abdômen é necessário dormir de abdômen para cima, recostado e com as pernas dobradas, evitando dormir de lado ou de abdômen para baixo, para não pressionar o abdômen nem sequer melindrar a gilvaz.


Caso se tenha em casa uma cama articulada deve-se aumentar a parte do torso e das pernas, no entanto, numa cama comum pode-se colocar almofadas semi-rijas nas costas, contribuindo a aumentar o torso, e por baixo dos joelhos, para provocar as pernas. Deve-se preservar esta opinião ao menos 15 dias dias ou até se deixar de sentir pesar.


Melhor opinião para andança


Ao andança, deve-se diminuir o torso, curvando as costas e apoiando as mãos na abdômen como se a estivesse segurando, já que esta opinião efetua maior conforto e alivia a dor, devendo ser mantida ao longo os primeiros 15 dias ou até se deixar de sentir dor.


Além disso, ao abancar, deve-se optar pela cátedra, evitando os bancos, encostando-se completamente e apoiando os membro no chão.


No momento em que tomar um banho


Após a intervenção plástica é colocada uma cinta modeladora que de modo algum precisa ser ímpeto ao longo 8 dias, dessa forma, ao longo este tempo não se pode ingerir banho no ducha.


Não obstante, para preservar a higiene mínima, pode-se lavar o corpo parcialmente com uma bebedor, pedindo a auxilia de um privado para não se realizar força.


No momento em que levar a cinta e as meias de condensação


A cinta não pode ser ímpeto ao longo cerca de 8 dias, nem sequer mesmo para tomar um banho ou dormir, uma vez que é colocada para comprimir o abdômen, permitir conforto, favorecer os movimentos, evitando problemas como o seroma, que é o acumulo de liquido juntamente à gilvaz.


Depois de uma semana, já se pode levar a cinta para tomar um banho ou realizar o tratamento da gilvaz, voltando a colocá-la e usando-a ao longo o dia, por ao menos 45 dias após a abdominoplastia.


As meias de condensação apenas precisam ser retiradas no momento em que se volta a movimentar e andar geralmente, o que frequentemente ocorre no momento em que se retoma às atividades do dia-a-dia.


Como amenizar a dor


Após a abdominoplastia é comum sentir dor na abdômen por causa de à intervenção e dor nas costas, uma vez que passa-se alguns dias constantemente deitado na mesma opinião.


Para amenizar a dor do abdômen é necessário ingerir os medicamentos prescritos pelo médico, como Paracetamol, cumprindo as quantidades e horas indicadas. No hora de vazar a dor pode reforçar e, dessa forma, para favorecer as idas ao toalete, pode-se ingerir suplementos à base de fibras, como Benefiber.


Além disso, para alimentar a dor no fundo das costas, pode-se exigir a um privado para realizar uma massagem com um nata relaxante ou colocar panos de água quente para coarctar a preocupação.


No momento em que substituir o tratamento e levar os pontos


O tratamento precisa ser trocado de acordo com recomendação do médico, que geralmente é ao final de 4 dias, porém os pontos apenas são removidos depois de 8 dias pelo médico que tirou a intervenção.


Não obstante, caso o tratamento esteja sujo de sangue ou de liquido fulvo deve-se ir no médico antes do dia recomendado.


No momento em que realizar treino físico


O treino é bastante fundamental para evitar a formação de coágulos, sendo dessa forma, sugerido movimentar as pernas e os membro de 2 em 2 horas, além de massagear as pernas de manhã e à noite. No caso de se conseguir andança sem dor, deve-se andar diversas vezes por dia, lentamente, com roupa agasalhado e usando tênis.
Não obstante, o torna-viagem à academia apenas precisa ser realizado 1 mês após a intervenção, devendo iniciar por caminhadas, magrela ou natação. Musculação ou treinos abdominais apenas estão liberados depois de 2 a 3 meses, ou no momento em que não se sente qualquer dor ou pesar.


Como precisa ser a refeição


Após a intervenção plástica ao abdômen deve-se:


Ficar 4 horas sem alimentar-se nem sequer ingerir para evitar náuseas e vômitos, já que o força para falar pode abrir a gilvaz ;


5 horas em seguida da intervenção pode-se alimentar-se torradas ou pão e ingerir chá, caso não tenha vomitado;
8 horas após a intervenção pode-se alimentar-se caldo, sopa coada, ingerir chá e pão.

No dia posterior à intervenção deve-se preservar uma refeição rápido, optando por alimentos cozidos ou grelhados e sem molhos ou condimentos.


Além disso, é necessário ingerir muita água ou chá e alimentar-se frutas e legumes para evitar a prisão de ventre que amplifica a dor no abdômen.


No momento em que ir no médico


É sugerido aconselhar-se o médico ou ir na necessidade do hospital no momento em que manifestar-se:


Dificuldade para respirar ;


Febre superior a 38ºC;


Dor que não passa com os analgésicos recomendados pelo médico ;


Manchas de sangue ou outro líquido no tratamento ;


Dor intensa na gilvaz ou odor fétido;


Vestígios de infecção como região quente, inchada, avermelhada e dolorida;

Clique Aqui: Saiba: Abdominoplastia – Recuperação 5°dia e ida ao médico

Nestes casos é fundamental aconselhar-se o médico, uma vez que pode estar se desenvolvendo uma infeção na gilvaz, uma embolia pulmonar ou uma fraqueza, por exemplo, podendo ser preciso começar o tratamento para o dificuldade.


Além disso, nos primeiros meses após a abdominoplastia pode ser preciso utilizar a mais tratamentos estéticos, como lipocavitação ou lipoaspiração para aumentar os resultados, caso tenha ficado qualquer senão.

FONTE: https://drfredericovasconcelos.com.br/