Assoar o nariz apos septoplastia

Septoplastia ( revisão do chave do septo), Turbinectomia ( redução dos cornetos nasais ou “turbinas”) e Sinusectomias ( boca da comunicação do nariz com os seios rosto ) são capazes de ser realizadas conjuntamente, dependendo da urgência de cada paciente. Em alguns casos, pode ser também ser associada a intervenção para afastamento das amígdalas (Amigdalectomia) e para tratamento do atroada / asfixia do sono. Cirurgias estéticas (Rinoplastias) similarmente pode ser realizadas no mesmo tempo cirúrgico.

O que é Chave do Septo Nasal?


O chave do septo nasal é uma tortuosidade da taipa que divide as cavidades nasais, que pode ser citado por traumas e / ou pancadas no nariz ou pelo próprio desenvolvimento desproporcional do septo em correlação ao nariz. Em casos mais acentuados, pode acontecer fechamento nasal e similarmente acúmulo do ranho nasal, levando à formação de crostas ou ao progresso de infecções de revisão, como a sinusite.


A intervenção de Septoplastia ( revisão do chave do septo) é um técnica que proporciona grande benefício da respiração e da qualidade de vida do paciente.

A intervenção benefício similarmente os sinais da Rinite Alérgica?


Após a intervenção, há um melhor desbloqueio das secreções nasais e das cavidades dos seios da rosto em direção à faringe, o que pleito menor concentração de elementos irritantes do nariz (alérgenos) e reduz incrivelmente os sinais da Rinite Alérgica.

Quais os afazeres que se precisa ter antes da intervenção?


A análise pelo Otorrinolaringologista e os exames complementares são essenciais para esboço da intervenção. Prevenção de doenças agudas, como gripes e / ou resfriados, a saneamento nasal comum com soro fisiológico 0,9%, para evitar acúmulo de secreções e ajudar para extinção de possíveis vírus, bactérias e poluentes da oco nasal.

São usados “curativos” nas cirurgias nasais?
O utilização de splint nasal pode ser preciso para harmonizar o septo nos primeiros dias do pós-operatório. A rega com soro fisiológico ajuda na retirada de coágulos e crostas, frequentes depois de intervenção.

Saiba Mais: A cirurgia permite reposicionar o septo no centro do nariz e reduzir

Há dor, inchaço ou sangramento no pós-operatório?


A intervenção é realizada por via endonasal, com poucas incisões internas e sem cicatrizes visíveis, consequetemente sem inchaço. No momento em que acontece dor, geralemnte é discreta e resolve com analgésicos simples. Os hematomas (manchas roxas) e inchaços são capazes de surgir depois de cirurgias estéticas (Rinoplastias), porém regredirão a passo e passo.


Pode ocorrer extinção de coágulos que ficaram retidos dentro do nariz nos primeiros dias do pós-operatório. No momento em que esses ressecam, são capazes de fazer crostas que provocam fechamento nasal e, às vezes, percepção de mau-cheiro no nariz. A limpeza nasal comum auxilia muito a eliminar coágulos e crostas, favorecendo uma melhor e mais ágil recuperação.

Quais os afazeres indicados depois de as cirurgias nasais?


Deve-se evitar assoar o nariz com vigor para não provocar sangramentos. É necessário lavar o nariz diversas vezes ao dia com soro fisiológico 0,9% para coarctar a acúmulo de secreções, coágulos e crostas. Alimentos bastante quentes e até banho bastante quente similarmente precisam ser evitados na primeira semana.

Depois de quantos dias posso voltar às atividades normais do trabalho?


A maior parte das indivíduos pode voltar às atividades que não envolvam esforços físicos depois de 10 dias de alívio. É sugerido evitar esforços físicos e viagens nos primeiros 30 dias.

A respiração nasal ficará comum de imediato após a intervenção?


Não de imediato. Como há a congestão por pleito da intervenção e um reduzido inchaço da mucosa, a respiração será capaz de ficar até pior que antes nos primeiros 3 dias. Preservar limpeza nasal, ir ao consultório nas consultas pós-operatórias para análise e possível “ higienização ” do nariz é necessário para complementar o tratamento cirúrgico e evitar a formação de sinéquias nasais, no momento em que a cicatrização acontece “colando” os cornetos nasais ao septo, causando fechamento de novo.

Quais as benefícios da limpeza nasal com soro fisiológico 0,9% ( saída isotônica)?


A saída salina isotônica é uma maneira segura de produzir a higienização das cavidades nasais e é parte do tratamento das doenças nasossinusais. A limpeza nasal promove a benefício da ofício mucociliar, ajudando para redução do inchaço da mucosa do nariz. Ela similarmente favorece o contato de remédios tópicas com a mucosa.

FONTE: https://www.r7.com